Arquivo | Colorama RSS feed for this section

Saiba quais cores e texturas de esmalte estarão em alta no verão

30 nov

Saiu hoje a tarde uma matéria bacanérrima na Folha.com sobre a loucura do mundo dos esmaltes e as novidades que vão pegar a gente de jeito neste verão. O texto é da Mariana Pastore.

“As loucas por esmaltes, a julgar pelos números atuais desse mercado, não são apenas aquelas blogueiras, umas meninas que fazem convenções sobre a arte da manicure e que são capazes de passar horas discutindo a maneira de alcançar um tom.

A febre só sobe, agora já é delírio. Apenas em setembro de 2010 foram comprados 60 milhões de vidrinhos no Brasil, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos. “Se fosse mantida essa proporção o ano todo, alcançaríamos um total de 720 milhões de unidades vendidas em 2010”, calcula o presidente da associação, João Carlos Basilio. Equivaleria ao dobro de toda a produção do ano passado.

O bom é que não vão faltar opções de cores no verão. E como as grifes do Hemisfério Norte estão fazendo seus lançamentos de inverno –rapidamente copiados por aqui– as possibilidades de escolha são multiplicadas. Esmalte é democracia.

No ano passado, a cor mais desejada foi a do esmalte Jade, da Chanel. Agora, a grife criou hits em tons cáqui. A nacional Colorama já colocou no mercado seu verde Militar, inspirado no lançamento invernal da marca francesa.

Nos Estados Unidos e na Europa, estão em alta os tons de verde e os clarinhos, que apareceram nos desfiles mais recentes de Louis Vuitton, Fendi, Oscar de la Renta e Prada.

A M.A.C. acaba de lançar a coleção Nail Trend em parceria com a “guru das unhas” Jin Soon, manicure estrelada que nasceu na Coreia e tem um dos mais sofisticados centros de cuidados com mãos e pés do mundo, em Nova York, o Jin Soon Natural Hand & Foot Spa.

A coleção da M.A.C. traz cores inspiradas na China Imperial: laranja, azul, taupe, verde, roxo e vermelho.


Já as grifes brasileiras jogaram suas fichas nos tons de rosa e coral para o verão.

NADA DE MISTURINHA

A coleção da Risqué por Reinaldo Lourenço é inspirada nos anos 60 e tem cores clássicas e novidades.

Os esmaltes são divididos em texturas foscas (coral, cinza, rosa e azul celestial), e brilhantes (como vermelho mandarim, vermelho fechado e rosa flúor.

A “beauty artist” Agnes Mamede, que integra a equipe do maquiador Daniel Hernandez para desfiles de marcas brasileiras, afirma que os tons pastel devem predominar nos próximos meses. Tom pastel é uma coisa: não significa que aquela misturinha sem cor virou “fashion”.

Quem gosta de acompanhar as tendências vai enlouquecer tendo que tomar decisões entre tantos tons de rosa, laranja, verde e azul, sem falar no prata.

Não bastasse ter que optar entre tantas nuances, agora há também as texturas. “O esmalte fosco é uma sensação”, afirma Agnes.

MODOS DE USAR

E é preciso variar também na forma de aplicar o esmalte. A maquiadora da M.A.C. no Brasil, Fabiana Gomes, sugere fazer as mãos com diferentes tonalidades de uma mesma cor, quer dizer: pintar cada unha de um tom, para um efeito degradê.

Cláudia Simões, 33, manicure do Studio W, diz que a pintura em meia-lua dos anos 40, com a base da unha clara e a parte superior escura, vai pegar. A diva burlesca Dita Von Teese já adotou, assim como a atriz Mayana Moura, de “Passione”. O pessoal do mundo fashion, porém, acha cafona.

A NOVA FRANCESA

A adaptação da francesinha já é bastante requisitada, segundo a manicure. Vale misturar as cores do verão: azul e verde, rosa e verde, ou até cores vivas com a tradicional listrinha branca.

Outra invenção que apareceu pelo Brasil nas mãos de modelos como Isabeli Fontana é a “unha filha única”.

Todas as unhas da mão são pintadas da mesma cor e apenas uma fica diferente. Segundo Cláudia Simões, conhecida também como Dá, “ainda é muito raro pedirem isso aqui no Brasil”.

Ela explica que essa moda vem das japonesas, mas aparece mais nas passarelas e nas mãos das mais ousadas.


ADESIVO

Batizado de Picnicdric, a “butique de esmaltes” localizada na loja da estilista Adriana Barra, nos Jardins, em São Paulo, é a primeira no Brasil a receber os adesivos especiais de unha termocolantes da americana Minx.

Os adesivos ganharam visibilidade depois que famosas como as cantoras Beyoncé, Katy Perry, Lady Gaga e a “estilista” Victoria Beckham o desfilaram em festas e tapetes vermelhos.

Para aplicá-los é preciso ter uma lâmpada especial, que amolece e fixa os adesivos nas unhas. Os padrões podem ser de oncinha, xadrez, com caveira, bolinhas, listras e flores. O adesivo dourado “craquelado” apareceu no último desfile da grife Alexander McQueen.

 

O CALOR DOS CORAIS


As grifes brasileiras apresentaram unhas vibrantes nos desfiles de verão, tanto em São Paulo quanto no Rio. É claro que a temporada por aqui é pródiga em esmaltes solares, que “ornam” muito bem com uma mão mais bronzeada. Há uma boa nova fornada de alaranjados, com subtons inusitados, apagados, mas nada básicos. Bons exemplos são os tons de amarelinho e de salmão. Mas são os corais mais potentes que estão fazendo a cabeça e as mãos da mulherada.

ROSAS NADA BOBOS


Difícil resistir a um fetiche cor-de-rosa na estação mais animada do ano. Há muitas opções novas, puxadas pelos esmaltes Pop e Rosa Flúor, dois lançamentos da Risqué. Há os tons feéricos, os queimados, os que flertam com o nude e o cáqui e o rosa-bebê que, na opinião da maquiadora Fabiana Gomes, da M.A.C. no Brasil, vai ser o hit do verão. Mas é tudo rosa mesmo, nada de misturinha, de rosinha de bobinha, OK?

MÃOS MILITARIZADAS


Começou com o Jade, o esmalte cor de chiclete de hortelã que a Chanel desfilou em 2009. Enquanto a cor não pulou da passarela para as lojas, as loucas (por esmaltes) fizeram fila de espera tanto na Europa quanto aqui. Houve tráfico de vidrinhos e uma profusão de genéricos imitando a cor. Era raridade, agora há uma avalanche de verdes no mercado, desde os tons de verde-água aos mais fechados. É o caso do Militar, da Colorama, que não fica nada a dever para o novo hit da Chanel, o Khaky Vert, que ainda não está à venda. Junto com os verdes, os tons de cáqui estão bombando e, mais uma vez, é tudo culpa da Chanel, que começou a guerra.”

Link: http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/838490-saiba-quais-cores-e-texturas-de-esmalte-estarao-em-alta-no-verao.shtml

Essa isso aí gatonas! Adorei a matéria e vamos preparar nossos bolsos, ai ai!

Beijos e boa noite!

Rosa para todos os gostos

24 set

Pra deixar o nosso blog mais rosa do que ele já é, me empolguei e decidi mostrar mais alguns “tons” de rosa pra vocês. Hum…Estou com meu lado feminino mais aflorado do que de costume.

Gosto muito dos esmaltes Dote. A maioria deles são cremosos e lembro deles começarem a descascar em quatro dias independente da cor. Este é o Paúba que ganhei na Andréia (pois achou medonho em suas mãos) ficaram lindos na minha, hehe.

O outro é o Ísis Color que encontrei há uns três meses atrás garimpando esmaltes “novos” em uma perfumaria no bairro da Saúde (SP). Ele é da mesma fabricante que a Ellen Gold. Viram a diferença dos dois? Pouquíssima! O Ísis é um pouco mais claro que o da Dote. Ambos secaram super rápido, mas não sei se o Ísis tem a mesma durabilidade que o da Dote.

Depois da Coleção Penélope Charmosa, a Andréia fez um post bacanérrimo sobre eles, os esmaltes Passe Nati e olha ele aqui de novo. Este é o Sabrina. Ele é um rosado lindo! Os esmaltes Ana Hickmann já ganharam meu coração desde o seu primeiro lançamento no mercado e ele aparece aqui no blog com muita freqüência. O Quartzo da Ana é como o Nati, só que um pouquinho mais escuro. Foram três pincelada do Passe Nati e duas da Ana. Discreto e muito gracioso.

Fiquei super afim de ir na Feira Beauty Fair deste ano. Estávamos fazendo alguns planos, mas…Não deu! 😦

Por outro lado foi muito legal ver todos os lançamentos nos outros blogs e na TV, pra saber qual realmente valeria a pena ser comprado. Quando comecei a ir atrás das novidades, pra ser sincera, eles não me deixaram tão empolgada. Comprei só alguns. Começando pelo Clubber da Colorama. Sorry, mas na minha modesta opinião, na embalagem ele é mais bonito. Tá, eu exagerei… Ele é bonito sim, só que “mais do mesmo” sabem? Sei que existem outros no mercado tão bonito ou melhor quanto este. Não me arrependi, mas… Bom, duas pinceladas foram o suficiente para um acabamento bacana e só.

Todas as fotos foram tiradas com flash. Os esmaltes secaram super rápido e o meus preferidos deste post estão na ordem que vocês viram.

E aí meninas, gostaram deles?

Beijocas e até mais!

Fernanda

Vamos “descansar” os olhos, mas só um pouco

22 set

Oi meninas, tudo bem com vocês? Eu estou ótima!

Hoje vim aqui mostrar pra vocês os “rosinhas” mais fofos que tenho na minha humilde coleção de esmaltes. Às vezes é bom “dar um tempo” nos neons e vibrantes da vida. He.

Estas são as típicas cores “meu trabalho é muito chato e não posso usar cores mais fortes” e  é uma ótima opção para a entrevista de emprego.

Não sei se existe uma regra, mas eu passei uma camada do cremoso e duas do cintilante. Com uma pincelada de cada você consegue um resultado ótimo. Eu adorei!

Adoro os esmaltes da Ana Hickmann. O Love é um dos meus “rosinhas” preferidos, mas tive dificuldade em passá-lo sem manchar. Para dar um acabamento perfeito (meu gosto), pincelei três vezes. Ficou grosso e demorou um pouco pra secar. Então, é melhor duas demãos.

O Leme da Impala mancha um pouco e fiz a mesma coisa com os da Risqué. Uma camada de cremoso e duas do perolado.

Ele é lindo e deu um “up” no Leme.

Hits 675 está no meu coração e quando passo este é sucesso garantido. Ele é um rosê com uns brilhos fofos e passei duas demãos.

Mais uma vez a “Ana” está aqui. Hehe. Ele é  bem parecido com o Hits 675 só que sem os brilhos. Foram duas pinceladas sem exageros.

Lindo demais!

O Sexy foi amor a primeira vista. Vi nas unhas de uma amiga e logo de cara me apaixonei.

Duas demãos foram necessarias.

Vou finalizar com o Rosa da Ana Hickmann. Além de lindo é super cremoso e concentrado. Aqui no meu monitor parece vermelho, mas não é! A cor dele é “concentrada e fechada”. Um rosa diferente dos que eu tenho aqui.

Com uma camada ele fica ótimo e com duas o acabamento dele é perfeito!

Não consegui um ambiente adequado para que as cores dos esmaltes ficassem fiéis. Tempo um pouco nublado e flash não ajudam muito.

Ah, e sorry pelas minhas cutículas ressecadas.

Espero que tenham gostado do post.

Beijo grande à todas vocês!

Fernanda

Nude X Pele negra

24 jul

Quando nós começamos a pensar seriamente em fazer um blog sobre esmaltes surgiu à seguinte pergunta: Será que ainda existe preconceito sobre qual cor de esmalte deve ser usado em pele negra? A resposta é SIM.

Acessamos o “pai dos burros” do mundo moderno (leia-se Google) e lá tem de tudo: dúvidas, sugestões, elogios e até críticas, digamos assim… Severas.

Vou escrever algumas frases que foram ditas nas nossas pesquisas.

Yahoo Respostas:

“Tons de pele negra vão bem com tonalidades em dourado, bronze, marrom claro e cores escuras, como vinho, roxo e café”.

“NUNCA marrom, ele apaga, mas bronze fica lindo.
Claros, perolados são as melhores opções, mas evite o paris, muito branco”.

“Cores claras NADA DE COR VIBRANTE”!

“Cores que façam sobressair a sua cor, porque
se for parecido nem vai parecer que tens as unhas pintadas”.

E o melhor:

“(…) Você mesma tem que se sentir bem com a cor que deverá combinar com o seu estilo e não com a sua cor de pele. Deixe as unhas sempre limpas, bem feitas e cuidadas (…)USE E ABUSE”!

Agora no http://www.melhoramiga.com.br:

“(…) aconselhamos que você evitasse os esmaltes muito clarinhos, ou mesmo muito brilhantes. Prata, por exemplo, vai apagar sua cor, em vez de realçá-la”.

Agora vamos imaginar: Se a atriz Thaís Araújo aparecesse em uma novela como protagonista, que já aconteceu na novela Viver a Vida com as unhas das mãos pintadas de branco será que iria virar moda?

Na novela a atriz usava o Audrey da Impala.

PS: Não tenho habilidades com o meu amigo photoshop,sorry!

Parece bobo e vai soar clichê, mas acredito nesta frase: SEJA VOCÊ MESMA e não ligue para a opinião dos outros. O importante é se sentir bem.

Agora vamos apresentar a minha coleção modesta de nudes.

Chá Gelado.

Facílimo de ser passado, foram quatro demãos e foi como se estivesse passado uma base, não aparece absolutamente nada da cor. Ele deve ser ótimo para carregar no seu kit sobrevivência, mas há quem goste deste esmalte. Não entrou na lista dos meus preferidos.

Balé Clássico

Também gostoso de passar, mas para cobrir o branco da unha foram necessárias quatro demãos. Um marrozzinho bem claro com um toque rosado. Achei super chique.

Nozes

Foram necessárias quatro demãos, gostei muito desta cor, mas foi difícil de tirar.

Agora os esmaltes da Aninha, vejam que lindos!

Pérola

Está na lista dos meus preferidos e contém micro brilhos. Duas demãos cobriram bem. Lindíssimo.

Hong Kong

Passei três demãos, mas duas bem caprichadas também resolvem. Cor suave e de bom gosto.

Agatha

Não tem nada a ver com o Pandora da Big antes que perguntem. É fácil de passar e duas demãos sem exagero foram o suficiente.

E aí meninas, eu exagerei em algumas coisas ou “preto” combina com tudo?

Beijos,

Fernanda





Modificando o esmalte – Mauve Urban

20 jul

Olá, meninas! Estão todas empoeiradas junto com o blog? hahahaha

Nesses dias ficamos muito lentas, quase que o nosso bloguito criou teias de aranha! rs

Mas estamos aqui, pronto…

Hoje eu troxe para vocês uma diquinha que muitas devem conhecer, nada muito espetacular, mas que vale a pena tentar! Bom, começo com o Mauve Urban, purinho e lindo, da coleção deste inverno da Colorama. Vocês conhecem, eu sei. Mas não custa falar o quanto eu gostei dessa coleção (as cores não são assim, ultra-mega-diferentes-de-tudo-que-já-se-viu, mas são bonitas e bem planejadas). Sem falar do Absinto, que é meu verdinho preferido – ponto pra Colorama ao fazer a cópia do Jade da Chanel!

Mas voltando à cor de hoje, que é a Mauve Urban. Foi um dos que eu mais gostei quando lançaram a coleção, embora, pessoalmente, ele não tenha me parecido tão especial. Esperava que ele fosse um pouco mais mauve do que marrom, sabem? Foi por isso que passei sobre ele os Reflexos Violetas e depois o Matt Plus. Eu não sou maníaca por foscos, não. Aliás, são poucos os esmaltes que eu gosto com esse tipo de acabamento. E como muitas mulheres, eu também prefiro que o acabamento matte seja em esmaltes metalizados. Quem nunca experimentou uma dessas Coberturas Transformadoras da Cor – Colorama, com cobertura matificante, não sabe o que está perdendo.

Aqui tem o Mauve Urban natural. Duas camadas: excelente pigmentação (a coleção toda na minha opinião, diga-se de passagem). Super fácil de aplicar e limpar; acabamento maravilhoso, assim como o brilho, a duração etc e tal. Ele seria perfeito se, na luz natural, tivesse a mesma cor que aparece nas fotos com flash – o mauve mais acentuado.

Eu, querendo ver mais mauve que marrom, no dia seguinte passei os reflexos violetas. Gostei, mas cansei logo, e passei o Matt Plus da Big:

E as adoradoras de matte, gostaram? Bom, quem não gosta de fosco pode curtir o Mauve, que nos dias frios e nos momentos mais “elegantes” é tudo de bom.

Beijoca!

Andréia

Para salvar suas unhas em qualquer lugar

7 jul

Depois da Loucura, loucura, loucura! da Fernanda, doida-varrida  viciada que quis pintar as unhas em pleno busão (e que, segundo ela, ficou uma caca), vim aqui mostrar para vocês a minha necessaire de sobrivência para unhas. Se você quiser pintar a unha por aí não precisa enfiar às pressas um frasco de acetona na bolsa e um bolão de algodão, tem tudo à mão quando precisar! E, oh, acreditem, como ela é útil! Já me salvou em situações que a última coisa que eu poderia ter era uma unha quebrada / descascada, assim como já me salvou quando a usei fora de casa simplesmente por não ter o que fazer, hehehe.

Quem me conhece sabe que eu sou uma pessoa com habilidades extraordinárias para fazer bagunça, principalmente na bolsa. Eu não jogo lixo na rua, então vai pra bolsa quando não tem lixeira perto. Panfleto que eu fico com dó do entregador e pego, vai pra bolsa. Listas e listas de supermercado e coisas para fazer vão direto para a bolsa, e o pior é que de lá elas não saem, porque eu sempre tenho preguiça  esqueço de tirar. Só que mesmo com essa queda para a baguncite, se tem uma coisa que eu faço bem é organizar! Haha, eu quis dizer exatamente isso, eu sou ótima em organizar coisas, arquivar, colocar em caixinhas e bolsinhas. Só não faço sempre, ué! E no meio do festival de papéis que é a minha bolsa, eu tenho algumas necessaires: maquiagem, unhas, higiene bucal e coisas femininas. Resolvi mostrar a de unhas para que, quem não tem, possa se inspirar e fazer uma bem bonitinha!

(a minha está meio velhinha e é meio grande – acho que vou trocar)

Aqui está tudo que tem dentro da bolsinha:

clica pra aumentar

Lenços removedores de esmalte – indispensáveis, perfeitos para quando o seu esmalte está uó e você precisa tirar;

Algodão e palitinho (um palito que eu cortei no meio, rs) pra dar acabamento

Porta-perfume contendo acetona/removedor pra limpar os cantinhos

Lixinhas básicas

“Roxinho” da Colorama – dá pra usar apenas como uma base improvisada, dar um up no esmalte velhinho/retocado e, principalmente, ajudar a secar o esmalte novo

Gelo, da Colorama (linha única camada)  – Na pressa, dá pra passar e ficar com as unhas em ordem, meio nudes

Hits, 364 – Um vermelhinho coringa. Antes eu levava na bolsa o Vermelho Ivete, da Colorama, mas troquei por esse Hits porque ele é menor e mais leve. O importante é que o esmalte seja fácil de aplicar e de limpar, como é o caso desse.

E vocês, também carregam um kit primeiros-socorros na bolsa?

Beijos,

Andréia

Coberturas transformadoras – Você já combinou com esmalte preto?

22 jun

Tudo bem com vocês, meninas?

Hoje estou aqui com uma sugestão de uso das coberturas transformadoras da cor, da Colorama. Para quem não conhece (ou nunca deu muita bola para eles), são cinco tipos de reflexos: Azulados, Rosados, Violetas, Dourados e Furta-cor. Uma maneira básica de usar estes esmaltes seria combiná-los com uma cor igual por baixo. Por exemplo, passar a cobertura rosada sobre um esmalte rosinha para dar um brilhinho e aquele efeito dual chrome que muitas amam e outras odeiam. Eu mesma não sou louca por esse tipo de esmalte, mas comprei essas coberturas logo que lançaram(doida por novidade, ne?) e não me arrependi nem um pouco, viu?

Logo que trouxe os vidrinhos para casa, pensei em usar com esmalte preto pra ver o que acontecia (eu achava que ia ficar uma coisa bizarra, toda manchada). Mas não é que deu certo? E ainda por cima ficou lindo?

Adorei tanto a combinação deles que o Preto+Reflexos Violetas foi o meu escolhido para o show do Aerosmith, no final de maio. E eu adorei de verdade, porque escolher este entre tantas opções de esmalte que tenho aqui não foi fácil…

Tá aqui:

(a firula do anelar é o Andrômeda, da Big – fiz por causa da música Pink, rs)

Antes dos swatches, um instantinho Chanel: Eu não tenho nenhum, mas cheguei a pegar o Vendetta na mão (24 doletas no free shop, quase comprei mas não achei tããão espetacular) não posso dizer que a combinação com os Reflexos Violetas deixou igual ou parecido porque não lembro taaaanto do vidrinho e na unha o efeito é outro, né? Só colocando os dois lado a lado para comparar. Pelas muitas fotos que vi, acho que o Violeta tem a vibe do Vendetta assim como o Azulados tem  a vibe do Blue Satin (embora existam várias cores desse tipo por aí, né?

Dêem uma olhada (algumas combinações podem não ser tão lindas, mas são, no mínimo, interessantes). Em todas as combinações usei o Black da Colorama por baixo (duas camadas).

Black + Reflexos Azulados

É incrível o que essas coberturas fazem. Vocês podem ver no detalhe como o esmalte parece realmente azul, não fica com aquela cara de um por cima do outro. É uma das combinações que eu mais gostei, apesar de ter alguns esmaltes desse tipo (vou fazer comparação depois). Fica lindo, lindo, lindo…!

Talvez seja meu preferido – não tenho nenhum esmalte dessa cor. É legal porque o efeito fica discreto, os reflexos aparecem mais com o movimento das mãos. Embora não tenha muito foco, coloquei essa imagem porque mostra bem o efeito na unha.

Viram o efeito dourado? Pra quem quer algo cheguei, mas não tanto. Acompanha bem a tendência do dourado, embora pareça aquela cor de ouro envelhecido, sabem?

Talvez o efeito furta-cor seja o mais discreto, e mais inusitado também. Ele tem uns brilhos meio roxos e verdes, e apesar de parecer um pouco estranho, eu usaria na boa porque acho legal, uma cor indefinida, hehe.

Esse é o que eu achei menos interessante, não sei, combinar rosa com preto não ficou aquela maravilha… mas, assim como os outros, eu usaria porque fica diferente e tem seu valor. Também é discreto e a cor aparece com o movimento.

Agora vejam todos eles juntos e na luz artificial:

Ficam legais, né? Gostaram da sugestão?

Um beijo,

Andréia